quarta-feira, 2 de março de 2011

Mais sobre Educação...

Na educação, progressos lentos

Relatório da Unesco alerta para analfabetismo de adultos
O Globo
O Brasil é o oitavo país com a maior população de adultos que não sabem ler nem escrever, com 14 milhões de analfabetos. Esse dado foi divulgado ontem pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e compõe o Índice de Desenvolvimento da Educação (IDE).
O estudo mostra que há 796 milhões de adultos analfabetos em todo o mundo, a maioria vivendo em dez países.
A Unesco reconheceu o esforço do país para diminuir o analfabetismo. Entre 2000 e 2007, 2,8 milhões de adultos foram alfabetizados e, de 2004 a 2009, o índice caiu 1,8%.
— Mas o Brasil precisa trabalhar em ritmo mais acelerado para cumprir sua própria meta de 2015, que é reduzir o analfabetismo a 6,7% da população — ressalta Fontani.
Segundo a Unesco, o Brasil melhorou seu desempenho na educação, mas não conseguiu deixar a 88 posição no ranking internacional.
O IDE mostra que o Brasil tem um dos índices mais baixos da América Latina, ficando em 19 lugar e perdendo para todos os países da América do Sul. O Brasil melhorou seu índice de 0,883 no ano passado para 0,889, este ano.
— O Brasil está no caminho certo, mas falta muito para atingir as metas de 2015 e 2016, que são colocar todas as crianças na escola e diminuir o analfabetismo de adultos — diz Paolo Fontani, coordenador da Unesco no Brasil. 
 Enviado por Ricardo Noblat
Aparte meu: O tal caminho certo nunca cita o aumento do  salário dos professores... Por que será? Discriminação? Esquecimento? Desvalorização? Ou para a maioria das pessoas ser professor é uma "vocação", um "sacerdócio". Ou é prazeiroso demais, que ele se esquece de si mesmo e da família de quem tem que cuidar?????? Paolo Fontani, você estudou,não é? 

terça-feira, 1 de março de 2011

Deputados Evangélicos que disseram Sim a um Salário Mínimo Maior


Um dever de Justiça me move a abrir este espaço para que o povo brasileiro de todos os rincões saiba quem são, a que partidos e que denominações pertencem os poucos e valorosos deputados da Bancada Evangélica que votaram em favor de salários decentes para o povo brasileiro, que ao menos recompusessem as perdas inflacionárias. Talvez o deputado que você verá não seja do seu Estado, nem do partido de sua preferência. Ainda assim, ore por ele. Para que não esmoreça, para que não se curve às pressões do poder politico, e para que não traiam seus compromissos com todo o povo brasileiro.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Portas

Viver é um jogo de portas
fascinante e aterrador,
delimitado no tempo,
revelando o jogador.
O jogo é tentar abri-las
e ver o que por trás têm
e também tentar fechá-las
__Escolha entre o Mal e o Bem.
Há desafios constantes
escondidos no jogar,
umas não se deixam abrir,
outras não querem fechar.
E em cada dia há algo novo,
lutam Razão e Emoção
por coisas vivas ou mortas.
Viver... é um jogo de portas...