domingo, 6 de abril de 2014

LAPSOS



Lapsos não podem ser lapsos
se não há esquecimentos...
Lapsos são só as distâncias
que consomem os momentos 
em que eu queria ter-te,
em que tu querias ter-me.
Lapsos não rompem seres
que um dia foram um só.
Lapsos só rompem fitas,
jamais romperão um nó.

Sigamos, pois, nossos mundos, 
sabendo que cada lapso
são só minutos... segundos...

E que nosso amor resiste 
a lapsos e a distâncias,
tão somente porque existe.