segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Poeta

Longas distâncias percorridas
encheram-me as bagagens
de sentimentos
e, de cada uma das viagens,
trouxe comigo lembranças
que me enfeitam o coração.

Trouxe igualmente os percalços
dos caminhos desbravados
a custa de sofrimentos...
Tanta lágrima vertida!
Sentimentos devastados
O aprendizado da Vida...

Hoje com as malas desfeitas
Desembalando "souvenirs"
Percebo quantos perdi...
Quebraram-se uns no caminho,
Ou perderam o brilho e a cor,
Ou foram-me arrancados.

Se estão irrecuperáveis,
Recrio-os nas poesias,
Refaço-os em minha alma
E, assim, cumpro a minha meta:
Crio sonhos, fantasio.
Por isso nasci poeta!